UVA lança pós-graduação lato-sensu para operação de drones

Dados da ANAC indicam que hoje 3.400 empresas são cadastradas para operação de drones no Brasil

Rio, 06/01/2020 – A Universidade Veiga de Almeida (UVA) abriu inscrição para Lato-sensu de operação de drones. O curso, que contará com conteúdo teórico e prático, atenderá a demanda de empreendedores que querem obter o máximo das aplicações profissionais do uso de drones como fotógrafos, transportadora de amostras hospitalares, delivery, entre outros.

Drone para entrega de pizza nas cidades americanas

Tendo ganhado destaque na década de 1980, inicialmente como tecnologia militar, os drones passaram por uma miniaturização na década de 2000, o que resultou em um mercado vibrante nos segmentos recreativo e de fotografia. Os drones hoje também são utilizados para gerar dados sobre o clima, monitorando fronteiras, ajudando corpos de bombeiros a avaliar danos e auxiliando equipes táticas da polícia a rastrear suspeitos.

Segundo a Agência Nacional de Aviação (ANAC), atualmente no Brasil, existem 3.400 empresas cadastradas para operar de drones, o que representa um crescimento de 400% em dois anos, na comparação com 2017 que tinha 820.

Para a reitora da UVA, Beatriz Balena, trata-se de uma área de inovação, celeiro para criação de novos negócios, mas que esbarra na falta de preparo dos empreendedores. Os novos cursos foram pensados para serem concisos e priorizam a prática. “As pós-graduação terá duração de um ano e terão menos aulas teóricas e mais aulas práticas. O trabalho de conclusão será uma modelagem real de negócios no lugar de um TCC tradicional”, conta a reitora.